10 castelos desconhecidos

10 castelos desconhecidos

Dicas de para onde ir se você não quiser estar com uma multidão de turistas

Home10 castelos desconhecidos
O Castelo de Praga ou Karlštejn são construções maravilhosas. Nenhuma dúvida quanto a isso. O problema às vezes é que, se você já esteve na República Tcheca, é possível que já os tenha visitado. Ou você está planejando uma viagem, mas quer ter um pouco mais de privacidade ao viajar e não quer ir para onde todos vão. Então a pergunta é: para onde agora? Gostaríamos de apresentar a você dez castelos turisticamente desconhecidos da República Tcheca. Alguns são lindos, outros inacabados já há algumas centenas de anos, e outros únicos pela sua localização. Deixe-se inspirar por lugares até agora desconhecidos e parta para explorar toda a República Tcheca.

Castelo Jemniště

O castelo barroco Jemniště pode ser encontrado ao sul de Praga, na Boêmia Central. A viagem até aqui leva menos de uma hora de carro. A exposição do castelo, que você pode visitar, apresenta-lhe 9 salões e a capela de São José. O guia leva-lo-á a interiores mobiliados de época com as coleções da família aristocrática Sternberg, que, aliás, ainda vive aqui. Visitas noturnas também são realizados de forma irregular no castelo. Você pode tornar a espera pela visita mais agradável no café do castelo; no castelo também é possível acomodar-se em belos apartamentos. Uma especificidade do castelo Jemniště é que, se você encomendar uma cesta de piquenique com pelo menos dois dias de antecedência, tudo estará preparado para você aqui e você e seus amigos ou parceiro/a pode desfrutar de um autêncico piquenique na grama do jardim do castelo!

Castelo Mnichovo Hradiště

O singular castelo barroco Mnichovo Hradiště está localizado na froteira das Boêmias Central e do Norte. Se você dirigir de Praga para o norte até as Montanhas de Jizera, você não vai sentir falta da cidade. A visita do castelo leva-lo-á ao teatro do castelo com um cenário barroco original, à biblioteca, administrada pelo famoso sedutor de mulheres Giacomo Casanova, ou ao túmulo do famoso militar da Guerra dos Trinta Anos Albrecht de Wallenstein. Os interiores do castelo lembram o século XVIII e durante a visita você vai respirar a atmosfera do passado. Do ponto de vista artístico-histórico, há uma pinacoteca de castelo de grande valor. Se você decidir vir até aqui, é melhor comprar os ingressos no site do castelo on-line.

Castelo de Jezeří

O Castelo de Jezeří já se gabou de ser a pérola dos Montes Metalíferos. É esse o caso até hoje? Deixamos isso ao seu critério. Durante o turbulento século XX, o castelo mudou muito de proprietários, que o deixaram principalmente cair em ruínas. O último prego do caixão foi uma mina de linhito de superfície, que começa quase na entrada do castelo. O Castelo de Jezeří foi o primeiro monumento tcheco a ser incluído na lista dos sete monumentos mais ameaçados da Europa, publicada pela organização para o patrimônio cultural Europa Nostra. Vamos torcer para que o pior período tenha passado e o castelo apenas floresça. O castelo acolhe visitas regulares pelos interiores. Venha até aqui para ver não só o castelo, mas também a mina. É uma conexão interessante que você simplesmente não encontrará em nenhum lugar. E cuidado! Dentro de cerca de 30 anos não haverá monumentos após a mina. O castelo agora vai se erguer sobre um dos maiores lagos da República Tcheca. Então chegue a tempo!

Castelo Grabštejn

Elevando-se em uma colina rochosa perto de Liberec na Boêmia do Norte, o Castelo Grabštejn tem uma longa história. É mencionado pela primeira vez por fontes já no século XIII. Foi finalmente reconstruído em uma magnífica mansão renascentista e podemos encontrá-lo nesta forma até agora. O castelo oferece dois circuitos de visita interessantes. E quando vir até aqui? Melhor no início de julho! É que aqui acontece a Festividade do Castelo/Jardim Grabštejn, um festival tradicional de verão. Você pode esperar uma boa porção de música, dança, esgrima e travessuras brincalhonas do verdugo local, um guia fantasiado, mostras de armas de fogo e armas frias, um lanche delicioso na taberna do castelo ou mesmo em barracas de artesãos e feirantes que oferecem criações de cozinha de época e outros produtos e lembranças. Venha curtir a história com todos os seus sentidos! 

Castelo Zákupy

O Castelo Zákupy, no Paraíso da Boêmia, oferece uma visita aos conjuntos exclusivos de equipamentos dos salões imperiais de meados do século XIX. Você verá papéis de parede de quase 200 anos, lustres, cornijas, cortinas e móveis com forros originais. Mas o que torna este palácio interessante? Ele hospedou o rei e imperador. O Castelo Zákupy ficou famoso como residência de verão do imperador austríaco e rei tcheco Ferdinand Dobrotivý. Ele adorava ficar aqui e o guia ficará feliz de lembrá-lo várias vezes durante a visita. Você pode caminhar, por exemplo, pela suíte da Imperatriz e do Imperador, incluindo o seu quarto compartilhado. Não era costume ter quarto compartilhado naquela época, mostra-o o então atípico amor conjugal do casal imperial.

Castelo Kámen

Na região da fronteira do Sul da Boêmia com a Vysočina você vai encontrar o romântico Castelo Kámen. Originalmente um castelo gótico, foi construído em meados do século XIII sobre uma extensa rocha, da qual também recebeu o nome. E por que vir até aqui? Se você gosta do cheiro de gasolina e seu coração bate forte por motocicletas, simplesmente tem de vir aqui! É que hoje você vai encontrar o Museu de Motocicletas Históricas no castelo. Atualmente uma grande parte da coleção é ocupada por máquinas das marcas Jawa e ČZ das produções pré e pós-guerra. No entanto, motos de outras marcas também estão em exposição. A singularidade da coleção de hoje é uma motocicleta líder de 1910, que foi construída inteiramente de forma amadora, e uma Walter de dois cilindros de 1913. Se, por exemplo, parte de sua família não estiver interessada em motocicletas, você pode enviá-los a uma visita só do castelo. Aqui também há uma exposição de habitação e estilo de vida no século XIX e no início do século XX na casa senhorial com mostras de interiores de vivendas e uma exposição histórica no Palácio Antigo.

Castelo de Slavkov

No Morávia do Sul, não muito longe de Brno, encontra-se um lugar conhecido por todos na história dos militares. Foi aqui que ocorreu a famosa Batalha Napoleônica de Austerlitz. No entanto, hoje não recomendaremos uma visita ao Monte da Paz, mas ao Castelo de Slavkov. Este é uma das casas senhoriais mais antigas da Morávia. Com o tempo, o castelo original foi reedificado e foi construído um extenso e belo parque de castelo. Durante a visita do castelo, você também vai ver o Salão Histórico oval que pode se orgulhar de ser o lugar onde o armistício entre a Áustria e a França foi assinado durante as Guerras Napoleônicas.

Castelo Lysice

O castelo de Lysice é uma joia esquecida na Morávia, ao norte de Brno. Esta construção barroca no local de uma fortaleza renascentista de água foi modificada ainda no início do século XIX. Seu maior orgulho são os interiores originais ricamente decorados. Eles apresentam aos visitantes a vida e o estilo da família condal líder da Morávia. O arsenal histórico reconstruído, um dos maiores da Morávia com suas 2000 armas, também atrai visitantes. O armazém contém armas de todos os tipos, do gótico ao século XIX. As raridades incluem uma espada feita de uma protuberância da cabeça alongada de um peixe-serra ou uma espada de samurai original japonesa.

Castelo Čechy pod Kosířem e Museo de Carruagens

O nome Čechy (em tcheco significa Boêmia) refere-se a outra parte da República Tcheca, mas você encontraria um castelo com este nome na Morávia perto de Olomouc. Trata-se de um castelo recentemente aberto com um valioso parque de 21 hectares ao redor. O castelo em conjunto oferece várias rotas de visita. Outro ímã que pode atraí-lo ao Čechy pod Kosířem é o Museu de Carrugens local. Trata-se do maior museu de carruagens históricas da República Tcheca (e um dos maiores da Europa Central) e ao mesmo tempo aqui dedicam-se à sua restauração. A coleção única inclui 38 carrugens de 1750 a 1920. O objeto exposto mais raro do museu é a carruagem Zlatá karosa feita na Fraça em 1750.

Plumlov

Outra joia esquecida da Morávia perto de Olomouc está localizada acima do reservatório de água no município de Plumlov. A construção do castelo começou no século XVII e este deveria ter três andares e várias alas. Mas permaneceu apenas um torso de construção. Não era habitada e apenas quatro quartos foram mobiliados às pressas. No século XIX, o edifício albergava o tribunal distrital e a repartição fiscal e os quartos restantes foram transformados em apartamentos para funcionários. Desde 2001 estão em andamento as obras de reconstrução do castelo. Hoje, durante as visitas, você caminhará pelo castelo do porão ao sótão (sim, até mesmo ali você pode dar uma olhada após agendamento prévio). Durante a temporada de verão de 2021, vários eventos estão planejados – por exemplo, de 3 a 6 de julho a Conquista do Castelo de Plumlov ou de 7 a 8 de agosto o Fim de Semana da Esgrima, que é um evento local de toda a temporada.