8 tchecas que são conhecidas no mundo todo

8 tchecas que são conhecidas no mundo todo

Nós também queremos comemorar o Dia Internacional da Mulher e portanto preparamos uma lista de damas que eram ou são rainhas da sua área de atuação. Elas tem em comum, além do sucesso, o fato de ter nascido na República Tcheca.

HomeNovidades8 tchecas que são conhecidas no mundo todo
O dia 08 de março é, todos os anos, dedicado às mulheres e por isso escolhemos 8 damas que vieram de um país pequeno no meio da Europa e que conseguiram chegar, nas suas áreas de atuação, ao topo mundial. A República Tcheca tem muito orgulho dessas suas nativas e se vangloria de uma dama nascida em Praga que se tornou a primeira mulher que exerceu a função de Ministra das Relações Exteriores dos Estados Unidos. Ou de uma arquiteta de Zlín que posteriormente influenciou a aparência dos prédios, por exemplo, em Londres. Leia mais sobre elas.

1. Madelein Albright

Em 1937, em Praga, nasceu uma menina chamada Marie Jana Körbelová que posteriormente adotou o nome de Madelein. O seu pai era diplomata que conseguiu, antes da Segunda Guerra Mundial, fugir junto com a sua família para Londres. Eles retornaram para a Tchecoslováquia após a guerra, mas depois do golpe comunista se mudaram definitivamente para os Estados Unidos. Lá Madelein Albright se formou em Ciências Políticas e depois obteve um doutoramento. Graças ao seu profissionalismo e seus contatos ela entrou na política, onde chamou a atenção do então Presidente dos Estados Unidos Bill Clinton que posteriormente a nomeou Embaixadora dos EUA na ONU. Em 1997 a escolheu para a função de Ministra das Relações Exteriores dos Estados Unidos e então, a nativa de Praga tornou-se a primeira mulher que ocupou este cargo. Devemos mencionar que teve muitos sucessos que foram reconhecidos até pelo presidente Barack Obama que em 2012 lhe concedeu a Medalha Presidencial da Liberdade: a maior condecoração civil dos EUA.

2. Martina Navrátilová

Outra tcheca nascida em Praga que vinculou o seu destino com os Estados Unidos é a tenista Martina Navrátilová. Começou a jogar pela Tchecoslováquia, mas depois representou os Estados Unidos. Ela permaneceu no primeiro lugar no ranking mundial por 332 semanas, o que faz dela uma das melhores jogadoras da história do tênis; venceu o total de 59 torneios do Grand Slam. Além disso, é patrocinadora de vários projetos de caridade no mundo todo. Na República Tcheca, depois das enchentes devastadoras em 2002, participa da recuperação do parque Stromovka em Praga. Além do mais, Martina Navrátilová é uma orgulhosa defensora dos gays e lésbicas no mundo todo. Ela mesma assumiu a sua homossexualidade na época quando não ainda não era tão comum. Hoje em dia, ela pleiteia com frequência os direitos e luta contra a discriminação das pessoas da mesma orientação sexual.

3. Eva Jiřičná

Outra mulher da nossa lista é a mundialmente conhecida arquiteta Eva Jiřičná nascida em Zlín. Apesar de residir permanentemente no Reino Unido, continua a ser uma nativa da Morávia. Formou-se em Arquitetura em Praga, em 1968 foi realizar um estágio em Londres e ficou por lá. É conhecida principalmente pelos seus projetos de boutiques em Londres e em Nova Iorque. Mas, um dos trabalhos dela é também a recepção e a entrada ao Museu Victoria & Albert em Londres. Ela não esqueceu do país tcheco e projetou alguns prédios da Universidade de Tomáš Baťa na sua cidade natal Zlín e participou também do interior da apreciada Casa Dançante em Praga.

4. Magdalena Kožená

Magdalena Kožená é uma cantora de ópera mundialmente famosa a quem pertence o título “Lady Rattle” e que mora com a sua família em Berlim. Seu marido é o maestro britânico Sir Simon Rattle; o casamento deles foi celebrado em Brno, onde Magdalena Kožená nasceu. A famosa cantora meio-soprano leva mais títulos, além de Lady. Venceu, por exemplo, o Concurso de Música de Mozart em Salzburg na Áustria, o que iniciou a sua carreira de sucesso. Entre seus maiores sucessos está a sua atuação na Ópera Metropolitana em Nova Iorque. Magdalena Kožená domina vários idiomas, mas com os seus filhos, segundo ela, fala somente em tcheco.

5. Dagmar Pecková

Na lista das famosas tchecas e famosas cantoras de ópera não pode faltar, sem dúvida, nem a cantora meio-soprano Dagmar Pecková que nasceu perto da cidade Chrudim no leste da Boémia. Durante a sua carreira atuou em Viena, Mardi, Londres, Tóquio, Zurique, Montreal, Moscou e muitos outros lugares. Ela participa regularmente dos maiores eventos da música, tais como o festival da música em Edimburgo ou em Salzburgo. Atuou também no festival de música de prestígio Primavera de Praga.

6. Daria Klimentová

Em teatros no mundo todo atuou também outra tcheca famosa que não canta neles, mas em vez disso, incomparavelmente dança. Daria Klimentová é uma bailarina frágil e elegante, a “Prima Ballerina” do Teatro Nacional em Praga. Foi contratada na Cidade do Cabo, mas atuou também como solista no Balé Nacional Inglês. Seu desempenho foi apreciado pelo público inglês e também pela mídia local que não parava de fazer críticas positivas do seu papel no Quebra-Nozes na época quando a Daria Klimentová tinha 39 anos. Em 2010 já tinha realizado mais de mil peças de balé.

7. Eliška Junková

Entre as tchecas mundialmente famosas está também uma mulher ao volante Eliška Junková. Uma nativa de Olomouc que foi piloto do carro e, na sua época, a mulher mais rápida do mundo. Como única mulher na história de GrandPrix, ela conseguiu competir com os melhores pilotos masculinos deste campeonato. Ela corria nos carros Bugatti, primeiro como copiloto do seu marido, posteriormente já como motorista. Ela terminou a sua carreira de piloto em 1928 como uma reação à morte do seu marido. Mas, pelos seus sucessos recebeu o título de Campeã Merecedora do Esporte.

8. Františka Plamínková

Se o nome Františka Plamínková lhe parece familiar, como se já o tivesse visto ultimamente, a sua sensação é certa. Pois Františka Plamínková foi relembrada pelo Google no dia do seu aniversário 05 de fevereiro. Na ocasião do seu 141°aniversário o Google mudou, em sua homenagem, o logotipo para o animado Doodle. Desta maneira, a empresa relembrou a enorme contribuição de Františka Plamínková para a igualdade de direitos das mulheres, não somente na República Tcheca. Františka Plamínková tornou-se a terceira tcheca na história que apareceu no Google Doodle. Juntou-se, então, a escritora Božena Němcová e a ilustradora Helena Zmatlíkova.
n-famous-czech-women