Desejamos tudo de bom aos monumentos na República Tcheca

Desejamos tudo de bom aos monumentos na República Tcheca

18 de abril é o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios.

HomeNovidadesDesejamos tudo de bom aos monumentos na República Tcheca
Todos os monumentos e sítios no mundo todo têm o seu dia, então, os tchecos também comemoram. Não importa se eles estão na lista do Patrimônio Mundial da UNESCO ou do Patrimônio Histórico Nacional da República Tcheca ou são simplesmente populares. A República Tcheca tem muitos de cada...Escolhemos os mais populares, mais belos e, por exemplo, até os mais misteriosos.

Os mais populares

O monumento mais popular entre os turistas é o Castelo de Praga tradicionalmente. Além de muitos tours, por exemplo, pelo Antigo Palácio Real, a majestosa Catedral de São Vito, a pitoresca Rua do Ouro ou a valiosa Galeria de Pinturas, os turistas apreciam também a maravilhosa vista sobre Praga inteira ou um passeio nos românticos e calmos jardins do castelo ou no parque, por onde podem chegar até o Mirante de Petřín. No Castelo de Praga e nos seus arredores você pode passar, no mínimo, o dia inteiro, pois é o maior complexo de castelo no mundo.

Os turistas visitam frequentemente também outros lugares na República Tcheca. No sul da Boémia é o popular e romântico castelo renascentista em Český Krumlov junto com a cidade em sua volta que parece ser de um conto de fadas.

O destino turístico mais popular no oeste da Boémia é o majestoso castelo Loket, onde você conhecerá as técnicas de tortura usadas na Idade Média e, claro, também a sua história. É interessante que o castelo serviu como prisão domiciliar para o futuro rei tcheco e imperador romano Carlos IV.

Os mais antigos

O castelo mais antigo no território da República Tcheca é Přimda que se encontra perto da fronteira com Alemanha. Foi construído já em 1121, supostamente, porque um marquês patife queria esconder lá uma jovem filha do imperador chamada Helena. Segundo a lenda, o único acesso ao castelo era uma trilha pelas copas das árvores. Já não podemos saber se isso é verdade, mas hoje em dia o castelo é acessível de uma maneira comum.

Enquanto o Castelo de Praga ainda era um reduto, na confluência dos rios Elba e Moldava já existia um castelo fortificado em Mělník que ao longo dos séculos foi reconstruído várias vezes até a sua forma atual de um castelo renascentista-barroco. Carlos IV fez dele, na época do seu reinado, o dote das rainhas tchecas.

Entre os castelos mais antigos estão também Křivoklát, Blatná ou Český Šternberk que foi, no seu auge, a construção mais complicada nos países tchecos.

Os mais belos

A beleza é uma questão de gosto, portanto pode acontecer que alguém considerará os mais belos os monumentos que ocupam posições um pouco mais baixas no ranking de visitação. Muito popular entre os turistas, almas românticas, mas também, por exemplo, entre os cineastas é o castelo Bouzov na Morávia.

Atrás de um complexo único, que é considerado a área de paisagem construída mais extensa na Europa, vão todos os anos principalmente os fãs de cicloturismo e do vinho. É o Complexo Lednice-Valtice no sul da Morávia que, há vinte anos, está inscrito na lista do Patrimônio Mundial da Humanidade da UNESCO.

No sul da Boémia atrai os visitantes, por exemplo, o mágico castelo em Hluboká nad Vltavou que está, devido ao grande interesse dos turistas, aberto durante todo o ano.

Os mais pitorescos

Se você pertence entre as pessoas que, em vez de castelos majestosos, apreciam o charme dos pitorescos detalhes, você gostará, por exemplo, da vila Holašovice no sul da Boémia. Você a encontrará perto do mencionado Český Krumlov e assim poderá juntar os dois passeios. Holašovice é uma típica vila tcheca perfeitamente preservada que está na lista da UNESCO onde, graças ao seu ambiente acolhedor, você se sentirá em casa.

Pitoresco é também o pequeno castelo nas proximidades da região das represas de Třeboň. Červená Lhota provavelmente não chamará a atenção pelo seu tamanho ou pomposidade, mas a intensa cor vermelha da sua fachada lindamente reflete na água da represa, no meio da qual se encontra o castelo. E o que pode ser mais lindo do que chegar de barco até o castelo?

Pitorescas são também as casas no maior e mais antigo museu ao ar livre na Europa Central que se encontra em Rožnov pod Radhoštěm. Aqui você pode ver a Cidade de Madeira, onde descobrirá como se vivia antigamente nas cidades pequenas, a Vila de Valašsko, onde você poderá experimentar como era um dia na vila ou o Vale dos Moinhos, onde estão expostos equipamentos movidos por água, por exemplo, o moinho, esfregador de roupa ou a serraria.

Os mais misteriosos

Na República Tcheca há também monumentos que podem ser visitados somente por pessoas corajosas que não têm medo do inferno, dos demônios ou caveiras.

Por exemplo, o castelo Houska que se encontra ao norte de Praga é um destes monumentos misteriosos – ninguém sabe quem o construiu e por quê – pois o castelo está em um lugar, onde nunca houve uma fronteira ou uma rota de comércio e não havia o que proteger. Outra especificidade dele á a rocha que permeia o castelo inteiro. Supostamente, debaixo do castelo há uma porta de entrada para o Inferno que é vigiada por um monge assustador. O como ainda ninguém encontrou nem a porta nem o monge, as pessoas o tentam e procuram na capela do castelo ou no poço, e onde você os procuraria?

Na Igreja de São Jorge em Luková você não precisará procurar os fenômenos paranormais, pois dificilmente passará sem percebê-los. Estátuas de gesso que representam fantasmas estão em pé na entrada ou sentadas nos bancos e os turistas são mais atraídos por elas do que assustados pelas mesmas. Há algum outro lugar onde você pode fazer um selfie com um fantasma sem rosto?

Outro lugar para destemidos é um monumento perto de Praga – em Sedlec u Kutné Hory você encontrará um espaço abobadado enfeitado por decorações assustadoras. Pois são feitas de ossos humanos. O Ossuário (kostnice) foi feito de restos mortais das pessoas que morreram durante as epidemias. Mas, a exposição dos castiçais, pirâmides ou escudos feitos de ossos certamente não é para todo o mundo.