Nas pegadas de Dušan Jurkovič

Nas pegadas de Dušan Jurkovič

Vá a lugares que estão conectados com a arquitetura Art Nouveau original de Dušan Jurkovič, que celebraria 150 anos este ano.

HomeNovidadesNas pegadas de Dušan Jurkovič
Você reconhece os edifícios do arquiteto eslovaco Dušan Jurkovič à primeira vista. Cores marcantes, mosaicos e elementos de cerâmica deixam muito claro que você está olhando para o trabalho deste arquiteto. Todos os seus edifícios têm um estilo característico, fortemente influenciado pela arquitetura popular.

Você tem que ir ao balneário Luhačovice

Ao procurar os edifícios do arquiteto Dušan Jurkovič (1868–1947), seus primeiros passos devem levá-lo à maior cidade termal morávia, ao balneário Luhačovice. Foi aqui que Jurkovič recebeu a tarefa de elaborar um projeto urbano geral do balneário e ele próprio projetou 14 edifícios. Não se conservaram todos, mas você verá os principais em sua beleza original.

Jurkovič primeiramente começou a reconstruir a casa de Jan (hoje a casa de Jurkovič), que é hoje um dos lugares de estadias de tratamento mais procurados pelos hóspedes do balneário, e uma casa de cozinha em uma vila residencial chamada Chaloupka, onde o andar térreo de tijolos combinava com uma cabana de madeira com varandas e um telhado com claraboias curvas e frontões.

No entanto, ao visitar a cidade você não deve perder as vilas Jestřabí e Valaška, o Balneário Solar nem o Pavilhão de Música no parque do balneário.
 

Edifícios de madeira e Via Sacra original

Uma verdadeira joia espera por você em Pustevny, o passo de montanha dos Beskids morávio-silésios, não longe de Radhoště, a uma altitude de 1 018 metros acima do nível do mar. Em Pustevny existem típicos edifícios de madeira construídos em estilo popular no final do século XIX por sugestão de Dušan Jurkovič. Os mais famosos são Libušín e Maměnka. Ambos surgiram em 1898. Trata-se de cabanas de madeira de estilo Art Nouveau com uma rica decoração típica da Valáquia e arquitetura popular eslovaca em geral. Infelizmente, Libušín incendiou-se em março de 2014 e está atualmente em reconstrução.

Em Rožnově pod Radhoštěm você pode caminhar pela trilha educativa que revela por que o arquiteto Dušan Jurkovič é chamado de poeta da madeira. A parte sobre Jurkovič leva ao mirante de Jurkovič na colina de Karel. O conhecido arquiteto projetou-o em 1896, mas este foi construído somente 116 anos depois. A altura da torre de observação é de 32 metros, enquanto que a plataforma de observação mais alta está a uma altura de 19 metros.

Há uma Via Sacra muito original graças a Dušan Jurkovič no local de peregrinação Svatý Hostýn. Compõem-na treze capelas de madeira inconfundivelmente decoradas a nordeste da basílica da Assunção da Virgem Maria.
 

Dê um passeio pela Vila de Jurkovič

Até a cidade de Nové Město nad Metují pode gabar-se do trabalho de Jurkovič. O Castelo local foi fundado em 1501. Foi reconstruído várias vezes e o último a reconstruir o castelo e o jardim foi Dušan Jurkovič entre 1909 e 1915. A antiga fazenda foi reconstruída em um parque floral e o jardim com terraço adjacente foi completamente renovado. Para facilitar o acesso ao terraço superior ao parque floral com a fonte, no lugar da antiga passarela de madeira Dušan Jurkovič fez construir uma ponte coberta de madeira, que parece tirada de um conto de fadas.

Você pode encontrar um verdadeiro deleite na rua Jan Nečas em Brno-Žabovřesky. Desde 1906 encontra-se aqui a própria vila de Dušan Jurkovič, um dos monumentos mais importantes da arquitetura Art Nouveau em Brno. Hoje a vila é gerida pela Galeria Morávia, que entre outras acolheu também a exposição permanente „Dušan Jurkovič. O arquiteto e a sua casa”. Até 28/10/2018 você pode ver aqui a exposição intitulada Na pele de Dušan Jurkovič“.