Dicas para amantes de vinho

Dicas para amantes de vinho

Já sabe quais são os lugares da República Tcheca onde você pode curtir um bom vinho? Trazemos-lhe 7 dicas sobre os locais que mostrarão a você que férias na República Tcheca têm brilho!

HomeWhat's NewDicas para amantes de vinho
Apesar de a República Tcheca estar localizada numa zona geográfica em que nem todo mundo esperaria encontrar vastos vinhedos, o país oferece tanto vinhas de qualidade com um terroir único quanto adegas onde o vinho amadurece há mais de 500 anos. O vinho é cultivado nas regiões mais quentes do país, normalmente na Morávia do Sul, onde os meandros dos rios e a paisagem ondulada criam um clima específico, beneficiando, assim, os viticultores locais. Nos últimos anos, o vinho branco da Morávia tem começando a entrar nos cardápios de restaurantes com estrela Michelin do mundo inteiro. Por isso é que recomendamos experimentá-lo! E quais lugares você deveria visitar?

Adegas dos Templários em Čejkovice

A rica história da comuna Čejkovice, situada na Morávia do Sul entre as cidades de Hodonín e Břeclav, começou a escrever-se na metade do século XIII, quando esta região pertencia ainda à Ordem dos Templários. Foram os Cavaleiros Templários que introduziram a cultura da vinha e, além disso, construíram a casa fortificada que, hoje em dia, sobressai-se à vila inteira. Atualmente, esta casa abriga um hotel e a Galeria de vinho do castelo, que oferece uma vasta seleção de vinhos locais. Os Templários edificaram, além disso, um extenso complexo de adegas que utilizavam durante a produção de vinho. A altura das adegas foi intencionalmente calculada para que acomodasse homens à cavalo, e a largura dos corredores, para que permitisse o trânsito de carrinhos bem carregados. Durante a visita às adegas, você vai ter a oportunidade de ver o maior barril ainda em uso da República Tcheca, de volume 20.250 litros, e uma garrafa de vinho de 200 litros. No âmbito da visita guiada, as “joias” contemporâneas da produção templária podem ser degustadas. Uma vinoteca requintada faz parte do vasto complexo de corredores.

Vinhedo Šobes no coração do parque nacional

O vinhedo Šobes, nos arredores da cidade de Znojmo, é uma das áreas vitícolas mais bonitas da toda a República Tcheca. Graças à sua localização na vertente meridional dum promontório rochoso no meandro do rio Dyje, o vinhedo beneficia-se dum microclima bem peculiar. Além disso, essa área faz parte do Parque nacional Podyjí (Národní park Podyjí), gabando-se duma natureza propicia para passeios de bicicleta e caminhadas. A superfície do vinhedo é de 11 hectares e figura entre as melhores áreas vitícolas da Europa. Na época estival, o vinhedo recebe uma barraca onde você poderá comprar vinho em garrafas ou copos e desfrutar a vista maravilhosa para os arredores.

Vila de viticultores Nechory

Na extremidade meridional da Morávia encontra-se vila Prušánky, localizada entre as cidades de Hodonín e Břeclav e uma antiga montanha de vinho chamada Nechory. Apesar da vila ser constituída apenas por um conjunto de adegas de vinho, o local transmite a impressão de que se trata duma vilazinha completa com uma pracinha e ruazinhas. Em Nechory, ocorrem, além disso, muitos eventos vinícolas e festas tradicionais. Por exemplo, no dia 22 de junho de 2019 haverá uma festa vinícola intitulada K Nechorám do sklepa. Uma visita a esse local vale pena não apenas devido ao vinoa, mas também por motivo de esportes, visto que uma ciclovia popular cruza a vila.

Adegas de vinho Plže

As adegas de vinho Plže, na extremidade da vila Petrov, constituem um conjunto ímpar de adegas de vinho históricas conhecidas, comumente, como “a joia da região Slovácko”. As adegas encontram-se apenas a uns quilômetros da vila Strážnice, na qual você pode visitar o tradicional museu folclórico  tradicional museu folclórico ao ar livre da Morávia do Sul. O complexo das adegas de vinho é formado pelos exemplos mais antigos da arquitetura popular da República Tcheca, sendo que alguns edifícios tendo até 500 anos! As fachadas de algumas das adegas são revestidas por composições simples porém muito bonitas, de cores branca e azul, enquanto outras são decoradas por coloridos motivos de cultura popular. Durante o verão, a vinoteca local costuma ser aberta e os visitantes podem saborear a produção dos pequenos viticultores regionais.

Castelo Lampelberg

Vinho e castelo? Sem problema! O castelo Lampelberg encontra-se no meio de vinhedos, elevando-se numa colina na divisa da República Tcheca e Áustria,  perto da cidade de Znojmo. A vista para a paisagem ondulada dos vinhedos tchecos e austríacos é inigualável. O castelo em si não data da época medieval; foi construído apenas em 1860, e, hoje em dia, abriga uma vinoteca climatizada. Um destino ideal para quem quer fazer uma caminhada e curtir vistas panorâmicas.

Duas dicas para visitar Valtice

Será que existe um local mais propício para concluir a nossa peregrinação do que o castelo-palácio Valtice e seus arredores, que foram governados durante séculos pela família de príncipes de Liechtenstein?

As caves de Valtice formam um conjunto único de adegas de vinho históricas do século XIII que, graças ao esforço dos viticultores, estão começando a ser reveladas ao público. No presente, as adegas são constituídas por um labirinto de caves e corredores históricos interligados. Trata-se dum local ideal para apaixonados pelo vinho e história, e que pode acolher tanto turistas individuais quanto um número de visitantes bem elevado. É preciso fazer uma reserva antes de viajar. E o que está no programa? Apenas à título de ilustração: entre 22 e 23 de junho ocorrerá a Noite de adegas abertas (Noc otevřených sklepů); em meados do setembro, o Festival do mosto de uva no subterrâneo de Valtice (Burčák ve Valtickém podzemí, 6 – 7 de setembro); ou também noites com música de címbalo.

Valtice tem mais um lugar que merece a sua atenção. As adegas do castelo-palácio Valtice abrigam o Salão de vinhos da República Tcheca, onde você poderá experimentar os 100 melhores vinhos da Morávia e Boêmia. Visto que a oferta troca anualmente, você vai poder saborear, durante a degustação, o melhor daquilo que foi colhido no verão nos vinhedos e amadureceu nas adegas. Uma exposição educativa dedicada à viticultura faz parte do Salão de vinhos.

E se ainda, após a visita ao subterrâneo, tiver tempo e vontade, você pode passear pelo complexo Lednicko-Valtický, tombado pela UNESCO, admirando os belos monumentos que este abriga.