Condições de entrada a partir de 1º de junho de 2021

Condições de entrada a partir de 1º de junho de 2021

HomeCondições de entrada a partir de 1º de junho de 2021
A República Checa está pronta para receber turistas! Viagens não essenciais são agora permitidas de países verdes e visitantes da Alemanha, Polônia, Eslováquia, Áustria, Eslovênia, Hungria e Croácia. Todos os restantes deslocamentos não essenciais ainda estão temporariamente proibidos.

Países de risco baixo (conhecidos como países verdes)

Lista de países: Austrália, República da Islândia, Israel, República da Coreia, República de Malta, Nova Zelândia, República de Singapura, Reino da Tailândia, Estado da Cidade do Vaticano
 
Sem restrições para entrar na República Checa (mas ainda é necessário cumprir as condições de cada restaurante, hotel, etc.).

Países de risco médio (conhecidos como países laranja)

Lista de países: República da Bulgária, República da Finlândia, República da Irlanda, República Italiana, Principado de Liechtenstein, República da Hungria, Principado de Mônaco, Reino da Noruega, República da Polônia, República Portuguesa (incluindo Açores e Madeira), República da Áustria, San Marino, República da Romênia, Ilhas Baleares e Ilhas Canárias.
 
Não é permitida a entrada de visitantes dos países laranja na República Checa para turismo.
 
Todas as pessoas que estiveram em um dos países laranja por mais de 12 horas nos últimos 14 dias devem cumprir as seguintes condições de entrada:
  • Preencher e enviar o formulário on-line (https://plf.uzis.cz/) para entrar na República Checa antes da entrada na República Checa (o comprovante de aceitação do formulário deverá ser apresentado em forma impressa ou on-line, e NÃO apenas em um SMS).
    • Não se aplica a crianças menores de 5 anos nem a quem já teve COVID.
    • As pessoas que já tiveram COVID devem apresentar um atestado médico que inclua: o nome e o sobrenome do paciente, a data de nascimento, o endereço residencial e a confirmação de que a pessoa se recuperou da COVID. Com base nessa confirmação, a pessoa pode vir à República Checa dentro de um prazo de 180 dias a contar da data do teste positivo de COVID.
  • Antes de entrar na República Checa, essa pessoa deverá ter o atestado (em inglês) de um teste de antígenos negativo (realizado no máximo 24 horas antes do início da viagem [decolagem do avião]) ou teste PCR (realizado no máximo 72 horas antes do início da viagem [decolagem do avião]). Os resultados dos testes devem ser fornecidos por um laboratório reconhecido (NÃO serão aceitos autotestes). Um link para a lista de testes de antígenos que serão reconhecidos nos países membros da União Europeia pode ser encontrado aqui.
    • Em vez dos mencionados acima, a pessoa pode apresentar um atestado, em inglês, de recuperação da COVID-19 emitido por um médico que clinique na República Checa ou na UE se:
      • Não apresentar sintomas de COVID-19, e houver realizado o período de quarentena especificado após um teste positivo, e houver passado mais de 14 dias e menos de 180 dias desde seu primeiro teste PCR positivo.
Todas as pessoas que entrarem na República Checa provenientes de países laranja ainda deverão observar as condições de cada restaurante, hotel, etc.

Países de risco alto (conhecidos como países vermelhos)

Lista de países: Principado de Andorra, Reino da Bélgica, Reino da Dinamarca, República da Estônia, República Francesa, República da Croácia, República de Chipre, República da Lituânia, República da Letônia, Grão-Ducado de Luxemburgo, Reino dos Países Baixos, República Helênica, República Eslováquia, República da Eslovênia, República Federal da Alemanha, Reino da Espanha, Reino da Suécia, Confederação Suíça
 
Não é permitida a entrada de visitantes dos países vermelhos na República Checa para turismo.
 
Todas as pessoas que estiveram em um dos países vermelhos por mais de 12 horas nos últimos 14 dias devem cumprir as seguintes condições de entrada:
  • Devem cumprir todas as condições listadas para os países laranja.
  • Além disso, após entrarem no território da República Checa, devem fazer um teste PCR por sua própria conta em um prazo máximo de 5 dias. Até o recebimento do resultado negativo, elas deverão "isolar-se", o que significa que deverão permanecer nas instalações de acomodação indicadas no formulário de entrada. A pessoa poderá sair do hotel somente por motivos de emergência – alimentar-se ou motivos de saúde.
Todas as pessoas que entrarem na República Checa provenientes de países vermelhos ainda deverão observar as condições de cada restaurante, hotel, etc.

Países de risco muito alto (conhecidos como países vermelho-escuro)

Lista de países: todos os outros países da UE e de fora da UE.
 
Não é permitida a entrada de visitantes dos países vermelho-escuro na República Checa para turismo.
 
Todas as pessoas que estiveram em um dos países vermelho-escuro por mais de 12 horas nos últimos 14 dias devem cumprir as seguintes condições de entrada:
  • Devem cumprir todas as condições listadas para os países laranja, com uma exceção. Antes de entrarem na República Checa, os viajantes provenientes de países vermelho-escuro somente poderão apresentar um teste PCR – e não um teste de antígenos – realizado no máximo 72 horas antes da início da viagem. O atestado com os resultados dos testes PCR deve ser fornecido por um laboratório reconhecido (NÃO serão aceitos autotestes).
  • Além disso, os viajantes deverão fazer um teste PCR a partir do 5º dia até, no máximo, o 14º dia após a entrada na República Checa. Até que o resultado negativo seja anunciado, será aplicado o "isolamento", o que significa...
Exceções de vacinação
As pessoas que houverem sido vacinadas contra a COVID-19 na República Checa, Eslováquia, Alemanha, Áustria, Polônia, Hungria, Eslovênia e Croácia não precisarão fazer testes PCR. Esses viajantes deverão apresentar um comprovante de vacinação contra a COVID-19 em inglês e, ao mesmo tempo:
  • No mínimo 22 dias e no máximo 3 meses após a primeira dose da vacina (para vacinas de duas doses).
  • A vacinação em duas doses foi concluída e passaram menos de 9 meses desde a administração da primeira dose.
  • No mínimo 14 dias e no máximo 9 meses após a administração da vacina de dose única.
Essas pessoas não precisarão observar isolamento após a entrada no território da República Checa. Em caso de teste positivo após a chegada na República Checa:
  1. Um estrangeiro que precisou preencher um formulário antes de chegar na República Checa indicou seu lugar de residência. Após a realização do teste PCR, essa pessoa deverá dirigir-se a esse endereço e isolar-se. Se o teste PCR for positivo, deverá permanecer nessa residência. A KHS (Estação de Higiene Regional) entrará em contato e ordenará uma quarentena de 14 dias.
    1. Caso não seja detectada nenhuma mutação (por exemplo, as variantes encontradas no Brasil, na África do Sul e na Índia) e o viajante ficou em quarentena nos últimos 3 dias, esta será automaticamente finalizada no dia 15 (o dia do teste é considerado como o dia 0).
    2. Se houver uma mutação, que a KHS notificará na primeira chamada, a quarentena somente será finalizada após um teste PCR negativo em consulta com a KHS. A duração da quarentena será determinada individualmente com a KHS em caso de testes positivos. As mesmas condições se aplicam em caso de teste positivo exigido para voltar ao país de origem.
  2. Cidadãos checos ao retornarem do exterior: aplicam-se as mesmas regras, com a diferença de que o contato será feito com os respectivos clínicos gerais, e não com a KHS.
Vistos somente são concedidos a embaixadas da República Checa de países de risco baixo (países verdes). Não há exceções para o turismo. Somente visitantes dos países verdes podem viajar por motivos de turismo. O restante pode viajar somente pelos motivos específicos indicados acima.