Experiências de verão em Praga

Experiências de verão em Praga

Verão é uma época ideal para viajar. Quem estiver de visita à Praga poderá intercalar entre os passeios pelos principais pontos turísticos algumas mergulhadas na água e outras atividades típicas para essa época.

As previsões de tempo prometem que esse verão será quente. Felizmente, em Praga há muitos lugares para se fugir do sol ardente. Gosta de esportes aquáticos, caminhadas, passeios românticos pelo rio num barco ou ama festivais? Se sim, Praga é o destino certo para suas férias. Aliás, será que existe algo melhor do que passar o verão na Cidade de Cem Torres, no coração da Europa?

Praga junto à água

Apesar de Praga ser uma metrópole, há várias piscinas públicas onde até os dias mais quentes irão se tornarão mais agradáveis. Embora a piscina biotópica de Radotín, situada na periferia sudoeste de Praga, seja originalmente um reservatório de água, seu aspecto é muito natural e a maneira de limpeza é ecológica – o processo de depuração se dá por meio de plantas e ecossistemas nas lagoas de filtragem, ou seja, sem recorrer a produtos químicos. Esse tipo de piscina representa, portanto, uma solução adequada não apenas às famílias com crianças pequenas mas também às pessoas alérgicas. Nos arredores do distrito Praga 6, junto à reserva natural Divoká Šárka, encontra-se outra piscina pública, chamada Džbán. Você poderá diversificar seu dia ao alugar um barco ou fazer vários esportes – vôlei de praia, futebol ou frisbee. A piscina de Podolí, perto do centro da cidade, já é uma opção clássica dos praguenses. Portanto, mesmo oferecendo duas piscinas ao ar livre, costuma ficar, às vezes, bastante cheia. Não longe dali, junto ao rio Moldava, encontra-se a famosa Žluté lázně (Balneários amarelos), que servem como um lugar de descanso para pessoas de todas as idades. Além de natação, há estruturas para jogar vôlei, futevôlei, ping-pong, assim como oito quadras para petanque, barcos, pedalinhos, barcos dragão e xadrez gigante. Você poderá alugar um barco ou pedalinho e fazer um passeio pelo Moldava. Caso não tenha coragem para o pedalinho, poderá aproveitar a rede de barcos de transporte público que, da primavera ao outono, cruzam o Moldava conectando as margens direita a esquerda do rio. Basta apenas comprar um bilhete de transporte público e poderá curtir um passeio pelo rio, que o levará tanto ao centro quanto aos arredores de Praga. E, quando chegar, por exemplo, ao Dvořákovo nábřeží (cais de Dvořák), não perca o barco Pivovar (Cervejaria). Conforme o nome indica, o barco está literalmente cheio de cerveja. Além das cervejas especiais, você poderá saborear a renomada cerveja tcheca e a excelente gastronomia tradicional.

Praga em passeio

Passear pelos monumentos de Praga com o sol ardente na cabeça não é muito confortável. Por isso, um passeio pelas ilhas de Praga cairá muito bem. Você poderá levar as crianças à ilha Dětský ostros (Ilha das Crianças). Como o próprio nome indica, nessa ilha encontra-se um conjunto de parquinhos para crianças. A ilha Slovanský ostrov (Ilha dos Eslavos), próxima ao Teatro nacional (Národní divadlo) seduz pelo Salão de Exposição Mánes ou pela visita ao castelo. As ilhas Střelecký ostrov (Ilha dos Atiradores) e Kampa convidam para passeios românticos. O parque Královská obora (antigamente Reserva de caça real), comumente chamado Stromovka, nas vizinhanças do Palácio de Feiras de Holešovice, é um oásis de tranquilidade e sossego. Além de ser o maior parque urbano de Praga, é entrecruzado pelos inúmeras trilhas, cinco lagos e uma rota educativa. O parque Riegrovy sady (Parque Rieger) de Vinohrady pode também se gabar de ter muitos parquinhos e grandes superfícies de áreas plantadas que convidam para fazer um piquenique.


Praga – diversão sem fim

O verão em Praga tem muito a oferecer. Um dos lugares que pulsam com o verão é o Quartel Karlín. Esse complexo de antigos quartéis, que você encontrará em Karlín e que ainda está sendo preparado para um futura reconstrução, é usado enquanto isso como um local para a cultura alternativa. O pátio fechado está repleto de música, exposições e projeções de filmes. As crianças se divertirão em uma enorme caixa de areia, enquanto os adultos apreciarão os muitos bares e cafés localizados aqui. Durante todo o verão, você pode usufruir de um programa predefinido quase todas as noites. Altamente recomendado para todos os amantes da cultura independente.

Outro lugar que ganhou seu espaço entre os melhores de Praga nos últimos anos é o Střecha Lucerny. Trata-se realmente do telhado do Palácio Lucerna, quase no meio da Praça de Venceslau. Embora a pandemia de COVID-19 deste ano tenha frustrado quase todos os planos, a vida aqui está voltando gradualmente ao normal. O programa para o verão não está precisamente definido, mas quase sempre há algo acontecendo por aqui. Concertos, ioga ao pôr do sol ou churrasco entre vizinhos à noite. Střecha Lucerny – um lugar do céu, com o céu e a terra, como resume apropriadamente o seu slogan. Este espaço único está aberto todos os sábados, domingos e segundas-feiras das 14h às 22h.

E em terceiro lugar, damos outra dica sobre como passar uma noite em Praga de uma maneira não convencional. O Pražská Náplavka – na verdade, o lugar chama-se Rašínovo nábřeží – estende-se ao longo das margens do Moldava desde Mánes até Vyšehrad. O lugar oferece um número inesgotável de atividades no verão, desde as feiras livres regulares aos sábados a eventos esportivos, culturais e gastronômicos. Recém-acessíveis são as masmorras originalmente reconstruídas na parede do aterro, nas quais se encontram lojas, cafés, uma biblioteca e bares. Tem-se acesso a elas através de uma janela giratória redonda. Você tem que vivenciar isso!

Se você sentir fome à noite e não sentir vontade de ir a um concerto, experimente sentar-se em algum dos jardins de cerveja. Quase todos os restaurantes oferecem essa opção, seja no centro da cidade ou em algum lugar nos arredores. Mas se você quiser passar a noite como um praguense local, vá para os Riegrovy sady em Vinohrady, ou a Letná, perto do Museu Técnico Nacional. Ambos os lugares podem se gabar de ter um enorme jardim, vistas noturnas da cidade e uma cerveja muito boa.

Você prefere ir a uma exposição em algum lugar? Após a recente liberação das medidas de higiene, isso não é mais um problema. A Galeria Nacional preparou uma interessante exposição chamada NEBOURAT! Formas do brutalismo em Praga, que pode ser vista até 22 de novembro de 2020. Você encontrará a exposição no Palácio de Feiras e verá aqui planos, fotografias e modelos dos edifícios de Praga dos anos 60 a 80 do século XX. O Museu Kampa abriga uma exposição muito interessante até 25 de outubro – Alfons Mucha e Pasta Oner: Elusive Fusion. A exposição traz a interseção de duas personalidades importantes – um dos principais iniciadores do Art Nouveau, Alfons Mucha, e uma das principais personalidades da cena checa de arte de rua, Pasta Oner, que lida com pinturas há mais de dez anos. Até 12 de outubro, você encontrará a exposição Ultrasupernatural na galeria DOX de arte moderna e contemporânea. Esta é o resultado de mais de vinte anos da dupla artística Barbora Šlapetová e Lukáš Rittstein, que conectaram suas vidas à última tribo indígena papua Yali Mek. Os artistas processaram suas experiências com o conhecimento de vida dos nativos e transferiram-nas para complexos conjuntos de desenhos, vídeos, objetos, fotografias e esculturas monumentais. A Galeria da Capital Praga apresenta uma exposição retrospectiva de um fotojornalista checo de calibre mundial – Antonín Kratochvíl. Você pode vê-la na casa U Kamenného zvonu até 18 de novembro de 2020. E a nossa última dica é a exposição Símbolos, dedicada aos símbolos estatais da República Checa, que mostra a sua origem e transformação desde 1918 até o presente. Até o final de agosto, você pode visitá-la no recentemente reconstruído Edifício histórico do Museu Nacional