A região mineira das montanhas Krušné hory

A região mineira das montanhas Krušné hory

O conjunto único de monumentos técnicos de mineração relembra o duro trabalho das gerações anteriores.

A paisagem cultural mineira das montanhas Krušné hory traz um testemunho único do trabalho e habilidade técnica dos mineiros dos séculos passados. Desde o começo da Idade Média, as montanhas Krušné hory foram aproveitadas para extração de minérios de vários metais. As atividades de mineração deixaram na paisagem marcas indeléveis tão importantes que, em 2019, a região das montanhas Krušné hory/Erzgebirge foi inscrita na Lista do Patrimômio Cultural Mundial da UNESCO.  

Mineração na região de Krušné hory

A mineração histórica dos mais variados metais moldou o desenvolvimento geral das montanhas Krušné hory, na Boêmia do Norte, e influenciou a vida dos dois lados da fronteira tcheco-alemã. Monumentos tecnológicos, conjuntos urbanísticos e abundância de patrimônio imaterial constituíram, ao longo de séculos, uma paisagem cultural original cheia de lindíssimos vales e vilas pitorescas em Krušné hory.

Essa importante região de mineração abrange 22 locais no total, a menor parte localizada no território da República Tcheca enquanto a maior parte encontra-se na Saxônia, Alemanha.  O caráter da paisagem cultural de mineração nesta região foi constantemente moldado pela extração e o tratamento dos minérios de prata, estanho, cobalto, cobre, ferro e, mais recentemente, também do urânio, e isso durante mais de oitocentos anos, do século XII até o final do século XX.

Do lado tcheco, 5 localidades foram inscritas na lista da UNESCO: a paisagem cultural de mineração Krupka, a paisagem de mineração de Jáchymov, a paisagem de mineração Abertamy-Boží Dar-Horní Blatná, a paisagem de mineração na colina Mědník e o Monumento Cultural Nacional Rudá věž smrti (A Torre Vermelha da Morte) em Vykmanov.

Monumentos de mineração em todos os lados

Uma abundância incrível de monumentos faz parte dessa região – equipamentos utilizados tanto para mineração subterrânea quanto na superfície, complexos metalúrgicos e outros vestígios históricos das atividades de mineração tais como colinas artificias formadas por depósitos da mineração em pequena escala com bateias, pilhas de escombros, fossos de água, lagos utilizados na atividades, canais subterrâneos, câmara de rodas de água, casa das máquinas com tecnologias conservadas e outros indícios sobre muitos outros métodos de mineração.

O legado imaterial dos antepassados também faz parte dos monumentos. Em 1765, a Academia de Mineração (hoje em dia, parte integral da Universidade Técnica de Freiberg) foi fundada nessa região mineira, sendo a mais antiga instituição educacional na área de mineração ainda em atividade no mundo todo. Foi também nesse universo da mineração do século XVI que Georgius Agricola redigiu os seus Doze Livros sobre Mineração e Metalurgia, que, nos séculos seguintes, tornaram-se um manual utilizado na extração de minérios e seu subsequente tratamento metalúrgico. Uma outra atividade importante foi a cunhagem de moedas de prata, tendo como exemplo o tolar de Jáchymov, que deu origem à denominação da moeda estadunidense, o dólar. À região de mineração de Krušné hory deve-se também toda uma série de inovações e descobertas importantes na área de extração de minérios e metalurgia, que se começaram espalhar daqui, a partir do século XVI, pela Europa inteira e outras partes do mundo.
 

Endereço

Montanregion Krušné hory
Erzgebirge, o.p.s.
Náměstí Republiky 1
362 51 Jáchymov