Atrás das marcas da nobreza tcheca

Atrás das marcas da nobreza tcheca

Na República Tcheca, você terá a chance única de visitar não apenas castelos pertencentes a antigas famílias nobres mas também as sedes onde habitam ainda hoje.

HomeNovidadesAtrás das marcas da nobreza tcheca
Então, aceite o convite e visite a residência dos Schwarzenberg, dos Sternberg, dos Lobkowicz e dos Kinský.

1.Os Schwarzenberg

Os Schwarzenberg são uma das famílias nobres proeminentes da Europa, tendo um papel importante na história tcheca. No passado, eram os donos de inúmeros castelos e palácios nas terras tchecas - muitos deles podem ser visitados ainda hoje. O castelo Třeboň (zámek Třeboň), que fica na Boêmia do Sul, foi propriedade da família desde o ano de 1660, tendo sofrido muitas alterações arquitetônicas (principalmente o pátio externo) desde então. A casa dos condes Schwarzenberg possuiu o castelo até este ser confiscado pela Gestapo em 1940. Após o fim da guerra, em 1947, o castelo foi nacionalizado e, hoje em dia, está sob a gestão da Agência do Patrimônio Nacional, oferecendo 3 circuitos e exposições históricas. O Castelo-palácio Estatal de Český Krumlov é o segundo maior complexo castelão do país, ficando atrás apenas do Castelo de Praga (Pražský hrad). A família dos Schwarzenberg possuiu-o entre 1719 e 1947 sendo que, na segunda metade do século XVIII, o castelo foi reformado em estilo barroco vienense. Em 1871, a família dos Schwarzenberg mudou a sua sede para o castelo Hluboká. Assim, o castelo de Krumlov perdeu importância. O Castelo Hluboká (zámek Hluboká) foi para as mãos dos Schwarzenberg no ano de 1661 e logo tornou-se a residência principal da família. Hoje em dia, é um dos pontos turísticos mais procurados não somente na região mas também em todo o país.  Caso queira visitar um castelo que seja posse desta família até hoje, passe no castelo Orlík (zámek Orlík), que fica na Boêmia do Sul. Apesar de não morarem mais lá, o castelo oferece visitas guiadas por salas-museus e salões de visitas formais em estilo império e de caça.

2.Sternberg

Os Sternberg são uma antiga família nobre tcheca cuja primeira menção histórica vem da segunda metade do século XII. Hoje em dia, esta família cuida de vários castelos e palácios. Durante o ano inteiro, você poderá visitar (com exceção dos aposentos privados da família) o castelo gótico Český Šternberk, que fica na Boêmia do Sul. O castelo barroco Jemniště fica próximo de Praga e está aberto ao público. Assim, durante uma visita guiada, você poderá conhecer 9 aposentos e salões e também a capela de São José. O castelo Častolovice (Zámek Častolovice), que fica no leste da Boêmia, foi adquirido pelos Sternberg em 1694, sendo sua propriedade até os dias de hoje. Diana Phipps Sternberg, sua proprietária, atualmente vive neste castelo, trabalhando com a sua manutenção e embelezamento. Os 15 aposentos da asa ocidental contém uma exposição que apresenta o modo de vida da nobreza no durante o renascimento, o barro e o biedermaier dos anos 1815-1848.

3.Os Lobkowicz

Os Lobkowicz são uma antiga família tcheca cavaleira e, posteriormente, senhorial originária do final do século XIV. O castelo Nelahozeves (zámek Nelahozeves), que fica a apenas 35 km ao norte de Praga, foi restituído à família após a Revolução de Veludo. Aqui, os Lobkowicz abriram à visitação a famosa coleção da família juntamente com os maravilhosos espaços do castelo. Assim, você poderá observar a rotina duma família aristocrática poderosa na Boêmia do século XIX. Outra propriedade da famílias dos Lobkowicz encontra-se nas dependências do Castelo de Praga (Pražský hrad). Trata-se do Palácio Lobkowicz, a única propriedade particular de todo o castelo. O palácio está aberto ao público: aqui, você poderá conhecer a coleção de arte dos Lobkowicz. Não deixe de visitar também o castelo Mělník (zámek Mělník), propriedade da família e o ponto dominante de toda a cidade de Mělník. Algumas partes do castelo estão abertas ao público, principalmente aquelas que guardam as coleções de arte do ramo de Mělník da família Lobkowicz, onde poderá conhecer pinturas de mestres do barroco tcheco. Aqui, você encontrará também um grafito do ano de 1553, que é um dos mais antigos da Boêmia!

4.Os Kinský

Os Kinský são uma antiga família tcheca cavaleira e, posteriormente, conte e principesca originária do início do século XIII. No século XVIII, foram uma das famílias mais importantes da aristocracia da Europa Central. A sua propriedade em estilo império Nový zámek de Kostelec nad Orlicí, leste da Boêmia, é da primeira metade do século XIX e foi tombado como patrimônio cultural da República Tcheca. Quando voltou às mãos da família em 1991, encontrava-se em estado deplorável. Josef Kinský reformou gradualmente todos os edifícios do complexo, mas a reforma e abertura do edifício principal foi realizada pelo seu filho, František Kinský. O castelo está aberto ao público e oferece a visita guiada Vida no Biedermeier (Život v biedermeieru), exposições na Galeria Kinský, shows e festivais. Durante a visita guiada, você poderá ter uma autêntica surpresa: de vez em quando, até mesmo o próprio František Kinský acaba virando guia!
 
n-czech-nobility-footsteps-1