Venha comemorar o 100° aniversário da fundação da Tchecoslováquia

Venha comemorar o 100° aniversário da fundação da Tchecoslováquia

Um ano inteiro de comemorações, exposições, concertos e eventos que culminarão justamente no dia de 28 de outubro. Não perca o mais interessante.

Em 1918, terminou a primeira Guerra Mundial, que virou do avesso a História do continente Europeu. Velhos Estados deixaram de existir e novos surgiram: entre eles, o Estado tchecoslovaco. Mesmo que hoje em dia, ou seja, cem anos depois, a Tchecoslováquia não exista mais, a República Tcheca comemora esse importantíssimo aniversário. Portanto, o ano de 2018 neste país está repleto de comemorações que culminarão por volta do dia de 28 outubro, quando foi criada, em 1918, a Tchecoslováquia enquanto um Estado independente. Aceite então o nosso convite para as celebrações mais importantes para que você possa visitar e comemorar com os tchecos os cem anos da existência do Estado!

Praga – a capital celebra

O relógio astronômico da Praça da Cidade Velha foi reinaugurado em 28 de setembro após uma reforma completa, iniciando simbolicamente, assim, o mês de comemorações da fundação da Tchecoslováquia. O relógio astronômico de Praga é único devido ao fato de ser o aparelho mecânico mais antigo do mundo.

Por ocasião da fundação da Tchecoslováquia, a Galeria Nacional preparou uma série de exposições novas ocupando dois andares inteiros do Palácio de Feiras (Veletržní palác). A exposição principal, intitulada 1918–1938: Primeira República, abrirá as portas ao público em 24 de outubro. A exposição tem por foco a arte no período desde a criação da Tchecoslováquia ao ano de 1938, apresentando não apenas objetos de arte plástica no sentido mais restrito, mas também outras amostras da produção cultural dos primeiros vinte anos da existência da Tchecoslováquia tais como a produção de livros, design ou arte comercial.

As celebrações ocorrerão também no Museu Nacional. Depois de longos anos duma onerosa reforma, o Prédio Histórico do Museu Nacional abrirá suas portas aos visitantes. O Museu Nacional contribuirá às comemorações por meio duma exposição intitulada Exposição Tcheco-Eslovaca (Česko-slovenská výstava) (28 de outubro de 2018 – 30 de junho de 2019). A exposição apresentará o caminho das duas nações em direção à criação dum Estado independente e como esse mesmo Estado dos Tchecos e Eslovacos funcionou até o seu fim em 1992. No Museu Nacional Técnico (Národní technické muzeum), você poderá visitar a exibição Made in Czechoslovakia (19 de outubro de 2018 – 30 de junho de 2019) que ilustra o desenvolvimento técnico e industrial da Tchecoslováquia apresentando também objetos únicos da produção local que conquistaram o mundo.

No dia 27 de outubro será feita uma projeção audiovisual no prédio do Museu Nacional, na Praça Venceslau, e vários shows ocorrerão nos três palcos na Praça Venceslau, Praça da Cidade Velha e na Praça da República (Náměstí Republiky). Em vários lugares de Praga, cenários e atores criarão nas ruas um ambiente de Primeira República. Caso você goste de música clássica, não hesite em visitar o Teatro Nacional no dia 27 de outubro, onde será encenada a ópera histórica Libuše, sobre a princesa lendária tcheca e os inícios do Estado tcheco. Esse ópera encena-se, tal como desejado pelo seu compositor Bedřich Smetana, apenas em ocasiões e eventos nacionais importantes. No dia 28 de outubro, a partir de 16 horas, a sala do Rudolfinum de Praga ficará repleta com o som do concerto especial da Orquestra Sinfónica da Rádio Tcheca por ocasião do 100º aniversário do país.

Dias de portas abertas

Como já é tradição, vários locais interessantes, edifícios públicos e monumentos estarão acessíveis por ocasião do feriado nacional. Você poderá visitar, por exemplo, a Casa Nacional (Obecní dům), que fica na Praça da República, os espaços nobres da Câmara dos Deputados (palácios Thunovský, Šternberský e Smiřický) e do Senado (palácios Valdštejnský e Kolovratský) e a Casa Tyršův (Tyršův dům), que fica em Malá Strana.

Celebrações no ápice de oeste a leste

Não será apenas em Praga que as celebrações acontecerão. As festas acontecerão pela República Tcheca inteira, e fora dela também. Por exemplo, em Pilsen (Plzeň), oeste da Boêmia, você poderá participar duma visita-guiada na cidade em estilo Primeira República ou então visitar locais que não ficam abertos ao público. A Prefeitura de Pilsen exibirá o manuscrito original do hino nacional tcheco. A cidade será atravessada por um cortejo de luzes e as celebrações culminarão numa queima de fogos nas cores nacionais.

O centenário também será comemorado em Brno, Morávia. O Museu da Cidade de Brno, que fica no castelo Špilberk organizará uma grande exposição intitulada Rok 1918 – Co nám válka vzala a dala (“O Ano de 1919 – O que a Guerra Nos Deu e Tomou”). Você poderá ver 9 das 20 telas da famosa Epopeia Eslava de Alfons Mucha no Centro de Exposições de Brno até o final deste ano. 

O florescimento da cidade de Zlín, leste da Morávia, na primeira metade do século XX foi iniciado por Tomáš Baťa, o fundador da mundialmente famosa companhia Baťa. Por ocasião das celebrações, o Museu do Leste da Morávia abriu uma exposição permanente dedicada à história da companhia Baťa, às suas atividades e às pessoas que foram inspiradas pelo ambiente empreendedor da região.
A Filarmônica Tcheca apresentará-se no Carnegie Hall de Nova Iorque exatamente no dia do 100º aniversário da fundação da Tchecoslováquia. Três dias antes, a Filarmônica Tcheca estará também em Londres, onde apresentará no âmbito da Semana Tcheca.

Desfile militar sem igual

Um dos auges das celebrações do 100º aniversário da fundação da Tchecoslováquia será o desfile militar cerimonial na avenida Evropská, em Praga 6. No dia 28 de agosto, a partir das 14 horas, o desfile apresentará por volta de 2.000 soldados do Exército da República Tcheca e 200 peças de artilharia. Você verá não apenas a tecnologia militar moderna: em Letenská pláň conhecerá também a tecnologia histórica das forças defensivas desde o ano 1918.