Presépio de Natal, lendas e carpa – tradições tchecas de Natal

Presépio de Natal, lendas e carpa – tradições tchecas de Natal

O que se canta na Tchéquia, o que se come, com que se decora e aonde se vai no Natal?

Na República Tcheca, nas festas de Natal serve-se a carpa, suas escamas se metem em carteiras, raparigas costumam lançar seus sapatos e fazem-se outras ativitades esquisitas. Mas tudo tem seu sentido no Advento. Leia como se celebra o Natal na República Tcheca.

Carpa para o jantar, na banheira e também na carteira

O prato tradicional de Natal na República Tcheca é carpa com salada de batatas. Apareceu em cima de mesa festiva apenas no século 19, mas desde essa época faz parte inseparável do Natal tcheco. Por exemplo, a receita "a carpa a azul" é uma especialidade tradicional tcheca. No Advento, vendem-se carpas diretamente nos centros das cidades tchecas, então, não fique surpreendido, se você caminhando por Praga encontrar grandes alguidares cheias de carpas. As carpas são fornecidas sobretudo de regiões importantes de lagoas, por exemplo da região popular de  Třeboňsko.

Durante as festas, aproveita-se tudo da carpa, nenhuma escama se deita fora. Costuma-se meter uma ou duas na carteira para que o dono dela não fique sem dinheiro ao longo de todo o ano. Há famílias que não comem carpa no Natal, todavia compram-na. O peixe nada em sua banheira e depois, os pais e as crianças deitam-na outra vez à lagoa.

Antes de a carpa se ter tornado o prato tradicional do Natal tcheco, preparava-se "kuba". Uma especialidade da velha cozinha tcheca com cogumelos, cevada descascada, alho e manjerona que tem voltando às mesas de Natal nos últimos anos.

Presépios de Natal

Um papel importante no Natal tcheco desempenham também presépios de Natal. Por exemplo, em Třešť   na região de Vysočina há várias famílias que os fabricam já há mais que duzentos anos. A especialidade local é o Museu de Presépios de Natal que está aberto durante todo o ano. Mas, no Natal, todas as casas de Třešť que fabricam presépios de Natal de vários tipos, abrem suas portas.
Na Boêmia Oriental, em Třebechovice pod Orebem , você pode ver um presépio sem igual "O Presépio de Probošt". É o único presépio proclamado monumento nacional de cultura. Ele foi todo criado há mais que cem anos, contém mais que duas mil peças esculpidas e graças a um mecanismo móvel, está vivo! Jan Probošt começou sua fabricação no fim do século 19 com um desejo nada modesto: construir o presépio de Natal mais bonito do mundo e apresentá-lo ao imperador de Viena. Você também pode vê-lo – no Museu de Presépios de Třebechovice.

Um outro símbolo do Natal tcheco é o Menino Jesus de Praga na Igreja de Nossa Senhora Vitoriosa no bairro de Malá Strana  (Bairro Pequeno) em Praga. Na ocasião de eventos importantes, veste um casaco de rei com uma capa com  pele de arminho. Em geral, muda de roupa conforme a época de ano e na época de Natal também recebe um novo vestido. Os peregrinos de todo o mundo, incluindo pessoas famosas, vão ver o Menino Jesus todos os anos. Diz-se por exemplo que o escritor francês Antoine de Saint-Exupéry se inspirou para escrever o "Pequeno Príncipe" quando estava em frente dele e que outros lhe pediram fama e êxito. O autor brasileiro famoso Paolo Coelho gosta de lembrar o Menino Jesus de Praga. Você também pode visitá-lo e se calhar também receberá uma inspiração como prenda de Natal.

Missa Tcheca de Natal

Também a Missa do Galo e a Missa Tcheca de Natal do compositor Jakub Jan Ryba pertencem  às tradições da véspera de Natal. A composição de igreja conta a história da anunciação do nascimento de Jesus Cristo e da chegada de pastores a seu berçário. Mas, a história desenvolva-se no ambiente tcheco e por isso a Missa está muito popular na República Tcheca.

A Missa do Galo será celebrada tradicionalemente por exemplo na Catedral de São Vito no Castelo de Praga. E você pode ouvir a Missa Tcheca de Natal por exemplo na Sala de Espelhos no edifício magnífico de Klementinum de Praga onde se encontra a Biblioteca Nacional.

Nossa Senhora de Loreto de Praga

Depois de uma longa renovação abriu também Nossa Senhora de Loreto em Praga. O conjunto único de monumentos barrocos na "Loretánské náměstí" (Praça de Loreto) não longe do Castelo de Praga é conhecido por seu carrilhão, Capela de Nossa Senhora, Convento de Capuchinhos ou como lugar de concertos de Advento de música clássica.

Para que você não pense que nós esquecemos de falar sobre uma das tradições de Natal mais importantes – a decoração da Árvore de Natal – é preciso mencionar reservas arquitetônicas. Por exemplo em Rožnov pod Radhoštěm, você pode se inspirar ao ver a fabricação manual de decoração. Uma outra reserva arquitetônica, em Zubrnice, apresentará durante o Advento tradições populares e também a preparação do bolo tradicional de Natal bem cheiroso "vánočka".

Lançamento de um sapato e porquinho de ouro

Os tchecos (provavelmento como outras nações) desde sempre quiseram conhecer seu futuro. E perguntam sobre ele também no Natal. Por exemplo, meninas deveriam lançar um sapato no Natal. Se a frente do sapato direcionará à porta depois de cair no chão, diz-se que a menina se casará no ano próximo.  Se não, ela ficará ainda pelo mínimo um ano na casa dos pais. As mulheres deveriam ser beijadas por baixo de visco. É uma tradição que lhes assegurará o amor durante todo o ano próximo. Mas, atenção! Você não pode comprar o visco (como se não pode comprar o amor), alguém tem de lhe oferecer.

Outra tradição de Advento deveria matar curiosidade e responder às perguntas sobre a saúde. Mas, não é preciso ir consultar seu médico no Natal. Depois do jantar de véspera de Natal, chega cortar uma maçã e se dentro estiver uma estrela de cinco sementes, todos à volta da mesa ficarão com boa saúde. Se estiverem menos sementes na estrela, alguém ficará doente. Outra tradição diz colar uma pequena vela dentro de uma casca de noz e meter este barquinho na água. Por exemplo no lavabo. O dono do barquinho que não ficará na borda, fará uma viagem ao estrangeiro no ano próximo.

Uma outra tradição tcheca de Natal é um pouco esquisita e com certeza não é agradável. Segundo ela, ao longo do dia 24 de dezembro não se deveria comer nada. Se você aguentará, poderia ver um porquinho de ouro que deveria ser um bom sinal. Todavia, é praticamente impossível se por todos os lados cheiram bem os biscoitos de Natal.